Maio Amarelo posts marcados

Quem sabe faz AGORA e não espera acontecer!

8 - DSC03354_2 10 - DSC03357_3 11 - DSC03401_4

A Escola Municipal José Antônio de Carvalho vem confirmando esse ditado há alguns anos, pois já trabalha com o tema trânsito de maneira transversal ao currículo da escola. E isso acontece o ano todo. Detalhe: sem deixar outros temas transversais de lado e o conteúdo obrigatório exigido pelas diretrizes municipais.

Esta escola localiza-se em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba, Professores e gestores trabalhando juntos para colocar em prática a relação entre a escola e o mundo onde os alunos vivem. Envolvem também os pais, com palestras, além dos alunos é claro.

Fazem paródias, redação, estudam o tema, montam paineis, dão o exemplo.

Eu chego na sala de aula e encontro crianças de 6 e 7 anos usando o lacinho do Maio Amarelo no peito...

Leia mais!

Transtupi no Maio Amarelo

Maio Amarelo 2016

Maio Amarelo 2016

Numa época onde o lucro está sempre acima do cuidado com as pessoas, fui convidada pela Transtupi a proferir uma palestra sobre o comportamento seguro no trânsito, pois eles estavam no mês do Maio Amarelo. A paleinrpstra foi uma das ações do mês. Eles já tinham feito blitz educativa com faixas e atores, na principal via do bairro.

Nesta palestra pude perceber o compromisso da empresa com o tema e o interesse dos funcionários em participar dos programas de treinamento de direção segura, já que o foco dela é o transporte coletivo de passageiros. Enfatizamos a relação do veículo de grande porte e os outros usuários mais vulneráveis no trânsito, como os idosos, por exemplo.

Em conversa com alguns funcionários pude guardar algumas falas como “nós trabalhamos...

Leia mais!

Elog no Maio Amarelo

Maio Amarelo 2016

Maio Amarelo 2016

A Elog é um dos maiores operadores logísticos do Brasil, pertencente ao Grupo EcoRodovias, e como parte do seu programa interno de prevenção de acidentes, está participando do Maio Amarelo com ações de educação para o trânsito.

As estatísticas mostram que os acidentes com veículos de carga tem crescido a cada ano no Brasil e os estudos que analisam as causas dos acidentes consideraram que o tombamento e capotagem são os acidentes mais graves e mais frequentes; a pista mal conservada e a curva fechada são os principais fatores que contribuem para o acidente. O que me chamou a atenção é que no transporte de cargas o jovem continua sendo o público que mais se envolve frequentemente em acidentes, na faixa etária de 18 a 25 anos (Vias Seguras)...

Leia mais!