A luta pela mobilidade justa: protestos e o poder popular

transporte coletivoHá quanto tempo nós já estamos falando sobre o caos que está a nossa mobilidade? E não se trata só dos acidentes de trânsito, ou das tarifas exorbitantes que estão nos indignando, mas a incoerência entre os custos de tudo isto e a falta de qualidade na mobilidade e melhorias nas condições do ir e vir.

Os governos têm deixado de lado há anos o planejamento urbano sustentável, roubando os cofres públicos ou se preocupando com políticas econômicas que só aumentam o problema da mobilidade, a exemplo da isenção de IPI para compra de veículos novos.

Especialistas, jornais e movimentos sociais já vêm alertando sobre esta problemática do transporte urbano e os governos fingem que a responsabilidade não é deles...

Leia mais!

Hoje é o “Dia do Pedagogo”

professor auxilia alunoParabéns a todos os pedagogos e pedagogas, pois hoje é seu dia! Que tal refletirmos sobre a importância desta profissão?

Pedagogo ou pedagoga: uma profissão que, no senso comum  e pela própria origem da palavra, está ligada à educação escolar, especialmente na educação infantil, ensino fundamental e, no mundo contemporâneo, à coordenação ou direção das escolas.

A pedagogia também é uma ciência que se preocupa em analisar, refletir, construir, discutir os processos que envolvem o aprender e o ensinar. Neles estão incluídos planejamento, currículo, gestão escolar, métodos, conteúdos, relacionamento professor/aluno/ escola/sociedade...

Leia mais!

Programa Cidadania em Trânsito

Em 2012 o “Programa Cidadania em Trânsito” atendeu 6 mil alunos do 4º ano das escolas de Ensino Fundamental da cidade de Joinville. A aprendizagem teórica e prática vem promovendo o conhecimento necessário para que as crianças possam:

  • transitar com segurança;
  • ensinar seus pais e outras pessoas de seu convívio sobre a segurança no trânsito;
  • fazer uso cidadão do transporte coletivo público e compreender sua importância para a sustentabilidade das cidades .

O Programa é uma parceria entre Gidion (empresa que presta serviços de transporte coletivo público em Joinville), a Anamob (ONG de Curitiba), Secretaria de Educação de Joinville e ITTRAN (Instituto de Trânsito e Transporte de Joinville).

na sala redimensionado

Os professores dão continuidade ao tema na escola, após participarem do P...

Leia mais!

A neuropsicologia a favor da educação!

941359_555189311168464_1481433606_nQuais são os estímulos para aumentar a capacidade de aprendizado das pessoas?

Veja este artigo sobre como ajudar as professoras e professores do ensino fundamental a compreender o funcionamento da aprendizagem, e melhorarem sua capacidade de ensinar e ajudar o aluno a aprender.

Aos 16 anos, ela quase repetiu de ano por conta das disciplinas vilãs: matemática e física. Isso só não aconteceu por conta das metodologias próprias criadas por ela, nas quais atrelava os conteúdos escolares sempre a coisas cotidianas. O recurso deu tão certo, que, no ano seguinte, a própria escola passou a indicá-la como professora particular para estudantes do ensino fundamental...

Leia mais!

Educação escolar para a sustentabilidade do planeta

mundo Como educar as crianças para a cidadania, utilizando os espaços escolares para a aprendizagem da participação social?

Qual é a relação que se pode fazer desta atividade com o conteúdo escolar e a sustentabilidade do planeta?

Que temas atuais sobre sustentabilidade do planeta poderiam ser associados aos temas do conteúdo/currículo escolar?

Leia mais!

A reflexão-na-ação: recurso para melhores práticas docentes

IMAGEM01_HOMEM_PENSANDO Muitas perguntas têm feito parte do cotidiano dos professores comprometidos em realizar mudanças em sua prática educativa, tais como: que teorias e recursos seriam mais adequados para me ajudar a ir além do conhecimento que já possuo e pensar em novas estratégias de aprendizagem? Que caminhos seguir para alcançar melhores resultados de aprendizagem nos alunos e aprimorar as minhas competências e habilidades profissionais?

Assumir o compromisso com a mudança não é tarefa fácil, tendo em vista o contexto educacional da atualidade, no qual a escola tem sido constantemente questionada quanto ao seu papel na sociedade e a efetividade dos processos e resultados na formação dos estudantes...

Leia mais!

O fracasso escolar é da escola e não do aluno

ponto-de-interrogacao1O contingente de crianças e jovens no Brasil fora da escola é equivalente ao total da população do Uruguai 3,6 milhões.

A cada 5 crianças brasileiras entre 4 e 5 anos, uma não encontra vaga na escola. O Brasil precisa criar 1.050.560 vagas para atender todas estas crianças nesta faixa etária e que ainda não estudam.

Duas pesquisas da Universidade de São Paulo indicam que alunos negros têm maior possibilidade de fracassar na escola do que os brancos. Para os pesquisadores o menor êxito dos negros é resultado de condições socioeconômicas. Contribuem também fatores culturais. Um deles é o preconceito desenvolvido por professores. Pequena parte deles acredita que os alunos negros terão, naturalmente, desempenho pior do que os brancos.

O conjunto de fatores determina que, ...

Leia mais!

Redução de IPI e colapso no trânsito

Com a redução do IPI para carros novos o governo deixa de arrecadar R$ 2,2 bilhões em impostos (abril a dezembro de 2013). Além disso, congestiona mais as vias públicas, onerando sobremaneira a economia com a perda de tempo nos trajetos e transporte de mercadorias, baixa qualidade vida das pessoas, insegurança no trânsito, custos médicos e hospitalares com acidentes…uma conta burra, que qualquer criança conseguiria fazer sem precisar das análises de grandes economistas governamentais.

REduzir IPI de carro é miopia econômica

Leia mais!

Trânsito, consumo e qualidade de vida

congestionamentoQuanto maior a ânsia pelo consumo, maior a busca por trabalhos que nos remunerem mais. E quando não alcançamos uma remuneração satisfatória, ocupamos nossas horas com mais trabalho ou com cursos e eventos que nos proporcionem competitividade no mercado.

E quanto mais trabalho, menos tempo e quanto menos tempo, menos cuidados com a segurança no trânsito, com a saúde, bem estar, família, filhos e menos vínculos fazemos com as pessoas. Nossos contatos são virtualmente mais frequentes e presencialmente mais escassos.

E quanto menos tempo temos para cuidar de nós, menos dormimos e mais atrasados saímos de casa. Ou então, quanto mais trabalho, mais atrasados saímos em direção a nossa casa ou aos compromissos que assumimos após o horário de trabalho.

E nesse contexto, nos ...

Leia mais!

ONGs: realidades, necessidades, desafios

ong mundoOntem 7/03,  participei de um curso na FGV -ISAE, oferecido pelo Instituto GRPCON, junto com representantes de várias ONGs de Curitiba. O tema foi “desenvolvimento de lideranças e incremento de resultados institucionais”.  O que me chamou a atenção foram alguns aspectos presentes em todas as ONGs e que merecem algumas reflexões.

O primeiro aspecto é o comprometimento que  as pessoas destas ONGs  tem com suas causas, que vai muito além do aspecto financeiro. A luta pela manutenção da qualidade dos serviços prestados por cada uma delas é diária e os desafios para reter na instituição as equipes de profissionais especializados são constantes.

Em geral, a...

Leia mais!