Horário flexível de trabalho descongestiona o trânsito?

Você sabia que 89% dos curitibanos entrevistados responderam que gostariam de trabalhar alguns dias da semana em casa, ou ter horário flexível, conforme pesquisa sobre mobilidade urbana da Liberty Seguros (2014)?

A grande concentração de pessoas se locomovendo em horários específicos no cotidiano das cidades é um dos motivos de congestionamentos, sem dúvida, e Congestionamentos-por-Bruno-496x420todo mundo sabe disso.

Porém a flexibilização de horários atenuaria esta realidade. E não falo só do horário de trabalho, mas também do horário de escolas, universidades, do horário de funcionamento do comércio e dos serviços públicos, que tal os bancos? E do transporte público? Loucura? Parece impossível?

Na minha opinião não é impossível. O problema é que o modo como decidimos viver e produzir o nosso sustento está formatado em tempos, lugares e processos fixos. A ideia de aprender ou ser produtivo sem que haja um controle, monitoramento o tempo específico e rígido ainda não foi bem aceita socialmente. É compreensível, afinal toda mudança gera consequências econômicas, sociais, culturais, etc.

A ideia de flexibilizar não significa também colocar tudo de pernas por ar, mas sim permitir que algumas possibilidades se concretizem: o que pode ser aprendido fora do ambiente escolar? Pela internet, em grupos? Em casa? O mesmo vale para o trabalho…o que pode ser feito em casa, na rua, num parque? Que tal a homeschooling (educação familiar)?

Quando se trata de transporte público, a flexibilização de horários teria um impacto positivo na mobilidade das cidades. Distribuição dos usuários em todos os horários reduziria custos e poderia facilitar a oferta de mais linhas e mais horários. Quanto a isto, a mesma pesquisa citada acima descobriu que para os curitibanos “em relação ao meio de transporte ideal para o futuro, apenas 9% dos respondentes prefeririam carros e motos como meio de transporte. É uma minoria esmagadora em relação aos 91% que idealiza uma cidade com transporte público, bicicletas ou com a locomoção feita a pé”.

Então, parece que flexibilizar é a ordem do dia…ou do século…quem sabe!

Então, amigos, depois de um ano sem postar no meu blog, esta é a primeira reflexão de 2015. Espero conseguir postar novamente, toda semana. Até breve!

Deixe uma resposta

Se você conhece códigos HTML, pode utilizar estes em sua mensagem: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>