Educar para a caminhabilidade

casal-caminhando-na-calcada-feminino-mid-adulto-homem_288709Educar para a cidadania é um dos objetivos da educação para este milênio.

Como seria educar para a caminhabilidade?

Qual a relação entre estes dois conceitos?

Isto tem a ver com a formação das crianças para a valorização do ato de caminhar e para a retomada do espaço público e das calçadas ao uso das pessoas e não das máquinas, objetos, construções. Será que ainda é possível retomarmos o espaço urbano privilegiando o humano?

Como melhorar a qualidade de vida das pessoas onde vivem e circulam?

Como está a qualidade do lugar onde moramos? Ou só existe qualidade da porta da casa para dentro?

Ainda temos prazer em caminhar pelas ruas do bairro onde moramos? Existe “caminhabilidade”, ou seja, calçadas acessíveis, beleza, limpeza, lazer, as pessoas ainda se relacionam nas calçadas?

Antigamente as calçadas eram os espaços onde as pessoas se relacionavam, conversavam, mas como elas perderam espaço para as ruas e automóveis ao logo dos anos, até este momento de troca amigável perdeu-se no tempo. Parece que perdemos também o tempo para conversar.

É uma questão de cidadania ensinarmos as crianças desde cedo quais são os caminhos e meios para exigir melhores condições de caminhabilidade e de ambientes urbanos mais humanos, acessíveis, sustentáveis. Ensinar o exercício da cidadania na escola implica também em vivenciar a busca por soluções para os problemas locais, da escola e dos lugares onde as crianças vivem, caminham e se relacionam.

O que você pensa disso? Faça seu comentário.

Deixe uma resposta

Se você conhece códigos HTML, pode utilizar estes em sua mensagem: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>